nov 06

O beneficiamento têxtil tem como objetivo enobrecer os tecidos que são utilizados na indústria. Ele conta com fases e tipos de processos diferentes, sendo que cada um deles proporciona um resultado diferente.

Antes feito manualmente, agora o beneficiamento é cada vez mais automatizado, trazendo ainda mais benefícios para quem investe neste processo. Quer entender melhor o tema? Continua a leitura!

 

Etapas do beneficiamento

Antes de falarmos do valor agregado aos produtos após o beneficiamento, é preciso que você compreenda bem quais são as etapas do processo. Ele é dividido em primário, secundário e terciário, confira mais sobre cada uma:

  • Primário: prepara o material para o recebimento de tintura e acabamento final (pré-alvejamento), pode incluir escovagem, navalhagem, chamuscagem, entre outros;
  • Secundário: coloração de tecidos com tingimentos reativos, pigmentos, a seco, entre outros. Pode ser total (tingimento) ou parcial (estamparia);
  • Terciário: melhora as características do tecido, proporcionando brilho e toque, marmorizados, respingos, sprays, impermeabilizantes, amaciamento, acabamento anti-chama, entre outros.

 

 

Alteração de características físicas

Por meio do beneficiamento é possível alterar as características físicas do tecido para que ele possa ter usos especiais. O processo de flanelar, por exemplo, é feito em tecido construído com tecidos mais grossos, em uma de suas faces é realizado um atrito nas guarnições de movimento que levantam suas fibras, proporcionando o toque de pelúcia.

Já o processo de navalhar, feito em tecidos de felpa, ocorre quando navalhas circulares e giratórias passam pelo tecido, cortando a felpa e deixando os fios com as pontas na mesma direção. Esse tipo de tecido é bastante utilizado em veículos, vans e ônibus rodoviários.

Estes dois processos, entre outros que possibilitam a alteração de características físicas de tecidos, cunmprem com funções desde proporcionar mais maciez, brilho, resistência, entre outros benefícios.

 

Estabilidade dimensional

A estabilidade dimensional é obtida por meio de processos em que os tecidos são presos nas laterais por morsetes ou passam por cilindros aquecidos com o objetivo de obter a estabilidade dimensional.

Com isso, após ele passar por processos como lavagem e secagem, a estrutura dimensional (altura e largura) do tecido não será alterada e não ocorrerá o encolhimento.

 

Personalização

O mundo da moda muda o tempo todo, surgindo novas tendências ou retornando outras já antigas, como a mais recente tendência Tie Dye, em que os modelos são produzidos com manchas coloridas. A personalização de tecidos é um beneficiamento importante, pois permite que os tecidos sejam produzidos com diversas especificidades.

 

 

Benefícios em automatizar o beneficiamento

Ao automatizar o beneficiamento é possível obter uma série de benefícios como o controle de temperaturas automático, o rápido diagnóstico de problemas em pontos do processo, bem como a economia de insumos gastos, incluindo produtos químicos, água, vapor, entre outros.

A lavadora de amostras, por exemplo, possibilita a realização dos testes com economia de água e agilidade no processo.

Também é possível implementar processos novos, usando equipamentos de última geração em processo como embalar os tecidos automaticamente com a embaladeira, pois ela embala o tecido a vácuo e impede a troca de umidade com o ambiente externo.

Há também o hidroaspersor que aplica acabamentos como amaciantes, tratamentos anti-chamas, impermeabilizantes, água, entre outros. Por meio dele é possível obter benefícios como a melhora da costurabilidade, melhor caimento e toque e redução da quebra de processo, além de devolver a umidade natural do tecido ou malha.

Além de equipamentos, é possível inserir periféricos que possuem funções para otimizar beneficiamentos como o enrolador non-stop, acoplado em calandras de compactação ou brilho para eliminar o estiramento e otimizar a inspeção.

Outro exemplo é o sistema de alinhamento e introdução de rama que, combinado com a fotocélula e o abridor de ourelas, promove o movimento rápido e eficiente dos trilhos da rama na posição correta, assegurando o posicionamento perfeito de tecidos e malhas sobre o agulhamento.

Viu como o beneficiamento têxtil pode agregar valor ao produto e ainda proporcionar diversos benefícios por meio da automação? Descubra agora como reduzir os impactos dos problemas da produção têxtil!