jul 18

Quando falamos em automatizar a produção, estamos nos referindo a otimização a gestão do tempo e das matérias-primas utilizadas, resultando em menores custos e mais eficiência. Para isso, atividades antes realizadas por humanos, são feitas por máquinas e os sistemas são integrados.

Na indústria, essas inovações tecnológicas são tão marcantes, que estão sendo consideradas uma nova Revolução Industrial, conhecida como Indústria 4.0. As empresas que desejam se manter competitivas no mercado e desfrutar dos benefícios que essas inovações proporcionam, precisam se adequar.

Se este é o seu caso, confira agora mesmo o artigo que preparamos sobre como automatizar a produção e quais são as vantagens de fazer isso em cada etapa!

 

Saiba como iniciar o processo

A automação não pode ser feita sem uma análise e um planejamento prévio. É importante verificar as etapas de produção da empresa e checar as etapas de todos os setores para assegurar que elas estão alinhadas. Além disso, existem outras características a serem analisadas, confira abaixo quais são.

identifique principais gargalos

O gargalo de produção ocorre quando algo dentro do processo produtivo não vai bem e limita a produção final. Quem deseja automatizar a produção, otimizar a capacidade produtiva e aumentar a produtividade, precisa identificar os gargalos para eliminá-los e assim acabar com as restrições que estejam ocorrendo na produção.

Pessoa procurando os gargalos produtivos antes de automatizar a produção.
Quem deseja aumentar a produtividade precisa encontrar e eliminar os gargalos da produção.

A automação possui uma grande quantidade de ferramentas e com certeza uma delas poderá te ajudar a eliminar esse gargalo. Por este motivo, é interessante que essa ação seja o seu primeiro passo.

Para identificar os gargalos, comece verificando se a quantidade de matéria-prima que começa no processo produtivo está produzindo a quantidade de itens que deveria. Se não estiver, significa que já um gargalo que precisa ser corrigido.

Para descobrir onde ele está, mapeie as etapas e avalie cada uma delas separadamente. Dessa forma, você conseguirá encontrar o foco do problema.

Atualize o maquinário

Depois de saber quais são os gargalos da sua linha de produção, chegou o momento de investir em novos equipamentos para automatizá-la. Esse passo é importante, pois irá proporcionar diversos benefícios a linha de produção.

Atualmente existem uma série de novas tecnologias que vão desde a utilização de robôs para a realização de tarefas simples (sewbots), inteligência artificial, tecidos inteligentes, além de equipamentos que realizam serviços que antes demoravam horas em alguns minutos.

Estes são apenas alguns exemplos de equipamentos que podem ser adquiridos para automatizar a produção. Eles podem ser conectados a um sistema ERP que auxiliará a integrar as atividades, automatizar os processos e facilitar a gestão empresarial.

Treine os colaboradores

Para que a automação atinja todo o seu potencial, é importante que os colaboradores da empresa saibam utilizar os equipamentos e softwares de modo adequado. Sendo assim, é essencial realizar treinamentos para que eles aprendam todas as funções disponíveis e consigam obter os melhores resultados.

 

+Saiba mais: Como calcular o ROI do rolo de malha

 

Compreenda o conceito de Low Cost Automation

Low Cost Automation é, como o nome indica, a automação de baixo custo. Muitos donos de indústrias acreditam que não possuem um orçamento suficiente para automatizar a sua linha de produção. No entanto, este conceito é equivocado, uma vez que existem maneiras de fazer realizar um custo de investimento baixo e obter um ROI mais alto, por conta da produtividade e eficiência proporcionada.

Ilustração gráfica da formula de calculo do retorno de investimento em sustentabilidade na confecção.
Como fazer o cálculo de retorno de investimentos.

Mesmo com um orçamento limitado, é possível automatizar a produção e obter resultados surpreendentes. Enquanto a abordagem tradicional de automação para a de baixo custo se concentra principalmente na integração de sistemas, as de baixo custo usam recursos internos para integrar a infraestrutura e obter os resultados desejados.

 

+Saiba mais: Manufatura avançada na Indústria Têxtil. Controle de qualidade na era da Indústria 4.0

 

Descubra quais são os impactos positivos

Existem diversos benefícios em automatizar a produção. Entre eles está a facilidade obtida pela manutenção preventiva que evita paradas não programadas. A maior parte dos equipamentos voltados para a Indústria 4.0 já possui essa configuração.

Além disso, há uma redução no desperdício de matérias-primas, uso inteligente da energia elétrica, redução de erros no processo, aumento de vida útil dos equipamentos e mais sustentabilidade para o negócio de forma geral.

Ainda é possível ganhar escalabilidade, produzindo mais peças com menos insumos. Empresas que personalizam os produtos confeccionados também são beneficiadas, uma vez que diversos equipamentos auxiliam neste processo.

 

E-book]Como garantir o controle de qualidade na indústria têxtil?

 

Agora que você já sabe como automatizar a produção e quais os benefícios que essa estratégia pode trazer para o seu negócio, basta iniciar a implementação na sua empresa. Com certeza o investimento valerá a pena e trará excelentes resultados.

Se você precisa de ajuda para começar a adquirir os equipamentos, confira agora o que considerar ao escolher novo maquinário para a indústria!