Ao adotar soluções da Delta Máquinas Têxteis, indústria com produção mensal de 300 toneladas agregou maior qualidade aos seus produtos, além de ter ganho agilidade no processo e redução de custos com insumos

Fundada em 1979 em Tietê (SP), a Malharia Brasil é uma indústria especializada na produção de rolos de malhas para a confecção de uniformes profissionais e escolares. Atualmente, conta também com unidade em Brusque (SC) e atuação nacional. Com capacidade produtiva de 300 toneladas ao mês, ela resolveu apostar em automação para otimizar o processo fabril, reduzir perdas e aumentar a qualidade do produto final.

Para isso, contou com o suporte da Delta Máquinas Têxteis, empresa de Pomerode (SC) que é referência em tecnologia para potencializar a produção industrial têxtil, seja através do desenvolvimento de máquinas, equipamentos ou ainda softwares. Com foco no conceito 4.0, alinha automação, gestão de dados e padronização de processos inteligentes, com clientes não apenas no Brasil, mas em toda a América.

Durante a consultoria, surgiram algumas ideias para melhorar ainda mais o trabalho da Malharia Brasil e o seu diretor Beto Mazer não exitou em fazer o investimento. Foram então adquiridas duas Estações Hidro Aspersoras, que concentram-se no processo de acabamentos diferenciados das malhas, e uma Embaladeira Automática, que não só reduz a perda de plástico, como também automatiza a pesagem e etiquetagem do produto.

Estação Hidro Aspersora

Para Mazer, seu produto ganhou muito em qualidade após passar pela estação hidro aspersora. “Com o acabamento diferenciado, a malha fica mais fácil de manusear durante a costura, isso evita quebras de fios e peças de segunda linha. Além disso, o toque tem mais maciez. Toda a cadeia sai ganhando, é sem dúvidas um item diferenciado no mercado”, afirma.

O diretor da Delta, Fabio Kreutzfeld, destaca que este é um desafio comum nas malharias. “A malha acaba perdendo parte da sua composição durante o processo e necessita de novos acabamentos para agregar volume e maciez garantindo a qualidade final do produto”, explica.

Embaladeira Automática

Resolvido o problema relacionado a qualidade do produto, entrou a necessidade de agilizar a embalagem. “Com a embaladeira automática de rolos integrada as estações hidro aspersoras resolvemos um grande gargalo, em que não obstante, ocorriam erros de registros nas pesagens e colocação das etiquetas. Agora, com a qualidade tecnológica da Delta, o processo é todo automatizado, sem a necessidade de interferência humana, com a redução de quaisquer erros nesta etapa”, salienta Mazer.

Tecnologia como propulsora para retomada

Os investimentos da Malharia Brasil em automação seguem a tendência do mercado têxtil. Somente em 2021, um levantamento da ABIT – Associação Brasileira da Indústria Têxtil apontou que empresas do segmento investiram 315,6 milhões de dólares em equipamentos.

O resultado é impulsionado pela expectativa de retomada das vendas dentro e fora do país e a otimização será crucial para a competitividade, uma vez que o setor dá sinais de otimismo: a receita do setor foi de R$ 194 bilhões no ano passado, 20% maior do que em 2020.

Confira mais detalhes do case no vídeo: