fev 04

Depois de dois anos desafiadores, o mercado têxtil externo volta a tomar fôlego. Em janeiro de 2022, a Colombiatex, uma das maiores feiras têxteis da América Latina, retomou sua agenda presencial. E essa retomada também trouxe para a Delta o fortalecimento da presença da marca em outros países. Confira aqui nossos planos de atuação para o mercado têxtil externo.

Nosso desempenho na indústria têxtil

Em 2021 a Delta finalizou o ano com crescimento de 29% no faturamento. Este resultado é a soma da presença nacional e também da nossa atuação no mercado têxtil externo, que deve crescer ainda mais na representação anual dos nossos resultados.

Atualmente, a maior região de vendas das nossas soluções de automação para a indústria da moda é a do Sul do Brasil. Santa Catarina, onde o segmento é o segundo em volume de arrecadação, representa 74% das vendas da empresa.

Para se ter uma ideia sobre a importância do estado para o setor têxtil brasileiro – e que justifica este volume de vendas – em 2021 foram gerados R$ 36,2 bilhões em impostos no estado.

O que estamos fazendo pela internacionalização

Acreditamos que não basta desejar estar no mercado têxtil externo – precisamos nos preparar e criar planos reais para isso. Investimos em pesquisa e desenvolvimento, com vistas em produtos ligados à indústria 4.0, automação e redução de custos com melhor aproveitamento de insumos, além da redução de energia elétrica e água no processo produtivo.

Nosso CEO, Fabio Kreutzfeld, destaca:

“O momentofavorável da moeda estrangeira e o alto volume produtivo da indústria da moda em países da América Latina nos traz uma perspectiva muito interessante de crescimento. A internacionalização é um caminho que já viemos traçando ao longo dos últimos 10 anos e para isso fortalecemos nossa presença através de grandes feiras, como a Colombiatex, na Colômbia, a Exintex no México, a Emitex na Argentina, a Expotextil no Perú e a ITMA na Europa”.

Além do Brasil, a Delta mantém negócios com países como Argentina, Paraguai, Peru, Equador, Colômbia, El Salvador, Guatemala e México, e tem investido no fortalecimento da relação de parceria com representantes locais.