Eficiência produtiva e a Instabilidade de matérias-primas

jun 13

Muitas indústrias compram matérias-primas de menor preço para poder obter uma margem de lucro maior, mas, esquecem de pensar no que tange a eficiência na produção têxtil.

O problema é que a instabilidade das matérias-primas afeta muito a eficiência produtiva na indústria têxtil, principalmente quando se trata da qualidade dos materiais utilizados na confecção das peças.

Para compreender melhor a relação entre a variação da qualidade dos insumos e a produtividade da confecção, basta continuar a leitura do artigo!

 

Descubra quais são os problemas causados pela matéria-prima de baixa qualidade

Uma matéria-prima de baixa qualidade pode causar diversos problemas. Entre os maiores está a perda das peças já fabricadas por conta de defeitos (manchas, furos e coloração desigual) que, dependendo do sistema de controle de qualidade implantado na confecção, são percebidos apenas após a produção.

Com isso, as peças que são fabricadas com os tecidos defeituosos acabam sendo descartadas (gerando desperdício) ou mesmo vendidas como peças de segunda qualidade.

Pessoa validando indicadores de controle de qualidade para saber a eficiência produtiva do setor.
Para se obter mais eficiência produtiva ter um bom controle de qualidade é primordial.

Também há o fato de que, dependendo do tecido e da peça que será fabricada, será necessário utilizar mais material para a confecção do que seria preciso caso ele fosse de qualidade.

Desta forma, diminui-se o Retorno sobre Investimento (ROI) — a métrica usada para calcular o retorno de um investimento financeiro realizado. Neste caso, seria o lucro gerado com a transformação do rolo de malha em peças. O que significa que, para calculá-lo é preciso verificar informações como o valor pago pelo rolo e quantas peças ele gerou.

Muitas empresas não conseguem entender a relação entre a eficiência na produção e a qualidade dos materiais, justamente por não acompanhar o ROI do rolo de malha.

Ilustração gráfica da formula de calculo do retorno de investimento em sustentabilidade na confecção.
Como fazer o cálculo de retorno de investimentos.

Com um olhar mais atento ao acompanhamento desta e de outras métricas, é possível compreender que a compra de materiais mais baratos — que era para ser um bom negócio — torna-se um prejuízo. Além da possibilidade de causar retrabalho e prejudicar a eficiência na produção.

Por último, mas não menos importante, também é necessário considerar que os consumidores estão cada vez mais exigentes com os produtos que utilizam. Com isso, tanto os clientes intermediários, como também os finais, não voltam a comprar peças que sejam de pouca qualidade, desbotem ou rasguem com facilidade.

Sendo assim, pode-se dizer que a quantidade de problemas ao comprar matérias-primas de menor qualidade apenas por serem mais em conta, são maiores do que os benefícios que em teoria justificam a escolha de insumos deste tipo.

 

E-book]Como garantir o controle de qualidade na indústria têxtil?

 

Saiba como evitar estes problemas e obter eficiência na produção

Se você deseja evitar a compra de matérias-primas de baixa qualidade e, consequentemente, evitar os problemas citados acima, o ideal é que comece por escolher um bom fornecedor.

 

Avalie bem em que empresa você irá adquirir os insumos, busque referências e faça testes nos tecidos assim que eles chegarem a sua empresa.

 

Também é necessário manter um controle de qualidade rígido, para verificar exatamente de onde vem os materiais que não são de qualidade. Para isso, é possível investir em soluções tecnológicas que realizem a checagem dos tecidos, além de coletar dados que auxiliem neste controle.

Um exemplo é a Revisadeira, um equipamento que inspeciona os tecidos e pode ser usado logo no recebimento. Dessa forma, fica bem mais fácil classificar o material, além de identificar os defeitos para devolver ao fornecedor o produto quando ele não estiver adequado para o uso.

Além dela, outros equipamentos podem ser utilizados para proporcionar mais eficiência produtiva. A chegada da Indústria 4.0 está beneficiando as confecções justamente pela possibilidade de utilização de equipamentos que automatizam as tarefas, ao mesmo tempo que beneficiam a qualidade dos produtos e proporcionam mais agilidade ao processo produtivo.

Para compreender melhor sobre este assunto, confira nosso artigo em que falamos sobre o real ganho produtivo da confecção na indústria 4.0!

4 comentários em “Eficiência na produção e a Instabilidade de matérias-primas”

Os comentários estão fechados.