maio 19

A impressão digital em tecido é uma tendência que vem crescendo no setor industrial nos últimos anos. Com a constante evolução e adequação à digitalização, essa passou a ser uma solução indispensável para garantir a qualidade, diferencial competitivo e concordância com as demandas do consumidor.

Pensando nisso, reunimos neste texto tudo que você precisa saber sobre essa tecnologia, além de dicas de como ter um processo contínuo e de baixo custo na sua indústria. Confira!

Importância da impressão digital em tecido no contexto atual

A impressão digital em tecido é uma solução resultante da constante mudança acarretada pela Indústria 4.0. A digitalização e a tecnologia passaram a ser utilizadas como ferramentas que permitem o aumento da produtividade, além da redução de custos e de retrabalhos.

Em um cenário cada vez mais competitivo, é preciso se destacar no mercado apostando em diferenciais. A Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) aponta para um faturamento de R$161 bilhões com investimento de R$ 4,5 bilhões, em 2020.

Também foram produzidas 1,91 milhões de toneladas de peças nas 24,6 mil unidades produtivas formais em todo o país.

Somados a isso, ainda há as constantes alterações de comportamento e preferências do consumidor. De acordo com uma pesquisa da Dessault Systèmes, citada pelo G1, 83% deles desejam que os seus produtos sejam personalizados para se adequarem às suas necessidades. Além disso, eles estão dispostos a pagar, em média, mais de 25% a mais pela customização.

Diante desse contexto, é possível considerar a pesquisa da consultoria internacional Smithers Pira, O Futuro da Impressão Digital Têxtil para 2023, citada pelo portal Terra. Os resultados apontam para cerca de mais de R$10 bilhões movimentados pela impressão digital têxtil só em 2018. A estimativa é de que esse número dobre em 2023, chegando em R$20,63 bilhões.

E de 2013 a 2018, o relatório também informou que o volume de tecidos impressos chegou a 1, 16 bilhão de m², podendo atingir a incrível quantidade de 2,7 bilhões de m2 em 2023.

Esse panorama do contexto atual, tanto do setor quanto da tecnologia, só reforça a importância da estamparia digital. Isso porque, ao adotar essa solução, sua indústria atenderá as demandas dos consumidores e desenvolverá um diferencial competitivo. O que, consequentemente, afetará diretamente a saúde financeira do negócio.

Afinal, quais são as principais características da impressão digital em tecido?

impressão digital em tecido

Esse é um método que está sendo cada vez mais aderido no setor. A solução utiliza diferentes técnicas para realizar a transferência em tecidos, de maneira repetitiva, desenhos coloridos e diversos efeitos.

Conforme um artigo da Feira Future Print, há três principais sistemas de impressão digital em tecido: a sublimática, a com corantes reativos e ácidos; e a com tintas pigmentadas.

Destaca-se, no entanto, que todos podem produzir estampas de diferentes tamanhos. O que muda, apenas, são os equipamentos exigidos para corresponder às peculiaridades de cada processo.

No primeiro, a estamparia é realizada com tintas de corantes dispersos de maneira a aplicá-los nas fibras de poliéster. Ainda segundo a Feira, essa é a tecnologia mais barata e simples do mercado, sendo muito utilizada por empresas menores. Isso porque não há a necessidade de uso de água.

Já a segunda realiza a impressão em fibras celulósicas, como algodão, viscose e linho, a partir de tintas reativas. Bem como, também pode ser aplicada em tecidos mistos de algodão, poliéster e artificiais de fibra celulose recuperada e poliamida.

Enquanto as de corantes ácidos são utilizadas em fibras de animais, poliamida, seda e lã. Os processos precisam de maior consumo de água e tratamento de efluentes, com estamparia rolo a rolo. Além de demandarem instalações maiores e mais caras.

Por fim, o terceiro e último sistema corresponde a utilização de tintas de pigmentos orgânicos, nano dispersados. A aplicação ocorre em algodão, viscose, rami e linho, em fibras mistas, artificiais, em poliéster e poliamida.

Essa é uma solução mais barata que a anterior, mesmo tendo equipamentos de 2 e 3 metros. Ela é indicada para pequenos negócios por exigir pouca água e menor tratamento de efluentes.

Como assegurar um processo produtivo de baixo custo

Tendo em vista o cenário apresentado, reunimos uma lista de máquinas Delta que garantem a qualidade, o processo contínuo e o baixo custo para a sua produção.

Preparadora para Impressão Digital

A Preparadora para Impressão Digital PID100 – iConcept Print é uma máquina Delta inédita. Essa é uma solução inovadora para o país para a fase de pré-tratamento.

Ela é indicada para processos contínuos de baixo custo e para processar pequenos lotes, realizando o tratamento rolo a rolo com mais agilidade. Além de facilitar a aplicação do primer e de poder ser utilizada na preparação de diferentes compostos.

A Preparadora garante cores vivas, imagens de alta resolução e mais solidez à lavagem. E ainda, com o controle automatizado de secagem, assegura maior padrão de qualidade.

Calandra

impressão digital em tecido

A Calandra de Sublimação CTM450 – iConcept Print trabalha em rolos ou peças cortadas, permitindo padronização e automação.

A solução tem como diferencial o sistema de aquecimento que garante a temperatura uniforme com maior aproveitamento da circunferência do cilindro térmico.

A Calandra permite produtividade, qualidade e rentabilidade para os processos de termotransferências das indústrias.

Ela ainda pode ter acessórios opcionais como:

  • Mesa de Entrada;
  • Desbobinador de entrada;
  • Barra antiestética;
  • Esteira transportadora de peças;
  • Bobinador e alinhador de saída.

O maquinário tem feltro 100% Nomex e alta durabilidade, e ajustes de metragem, temperatura e velocidade. Bem como, configuração de receitas via IHM, sistema de aquecimento com inicialização automática e parada automática de resfriamento. As opções de trabalho são rolo/rolo, peça/rolo ou peça/peça.

Perfuradora de Papel

A Perfuradora de Papel PAP500 – iConcept Print assegura uma produção em larga escala com rentabilidade. Ela tem acionamentos eletrônicos para controle de estiramento e tensionamento do papel.

Essa é uma solução inteligente que reaproveita o papel sublimático, que foi descartado na estamparia digital, para a realização do enfesto. Por isso, ela garante uma produção sustentável, reduzindo os desperdícios e os impactos causados no meio ambiente.

A perfuradora ainda diminui os custos na aquisição da matéria-prima e o tempo de setup graças ao sistema rápido de troca de rolos, garantindo padronização.

Secador para Impressão Digital

Já o Secador para impressora digital SDR100- iConcept Print é um acessório para impressoras digitais de variados formatos. Ele aumenta a produtividade e a qualidade dos materiais impressos.

A automatização da secagem infravermelho, junto com o módulo e mini ventilador, permitem um maior direcionamento do fluxo do ar quente, garantindo um aquecimento rápido e uniforme de toda a largura do tecido.

Além disso, o acessório possibilita:

  • Controle de temperatura;
  • Layout compacto;
  • Fácil instalação;
  • Padronização e automação do processo.

E agora?

Neste conteúdo você viu a importância de estar atualizado com as tendências do mercado, como a impressão digital em tecido, para se manter competitivo e assegurar o sucesso do negócio. Além disso, as máquinas Delta foram apontadas como soluções que colaboram com uma produção contínua, de baixo custo e de qualidade.

Se você deseja conhecer mais sobre as máquinas têxteis Delta, confira nosso catálogo completo.