Pessoa segurando dados caindo, fazendo alusão as mudanças trazidas pela Indústria 4.0.

ago 28

Com sinais de retomada da produção, empresas de confecção confundem a perda de processo com erro de processo, e um volume muito grande de matéria-prima é desperdiçada por falta de informação sobre a Indústria 4.0.

De maneira geral, as empresas se preocupam somente com as medidas das peças prontas/costuradas, mas não analisam a causa raiz das variáveis em sua matéria-prima. Informações técnicas confiáveis da matéria-prima são indispensáveis para um planejamento/programação de enfesto e corte em uma confecção, evitando o desperdício.

Como seria o dia-a-dia das confecções se tivessem as informações reais e estáveis (largura, metros, área útil, gramatura, rendimento) de cada rolo de malha/tecido que está em seu estoque de forma on-line?

Imagine poder olhar para o estoque e selecionar o melhor rolo, com o melhor aproveitamento para cada ordem de corte. Imagine como seria não necessitar recolher um rolo do enfesto por defeitos de fabricação e variação de medidas.

 

Indústria 4.0: isso já é possível

O processo padrão, nos dias atuais, é comprar um rolo de malha/tecido e se basear nas informações da etiqueta gerada pelo fabricante. Porém, o próprio fabricante aconselha relaxar/descansar estes artigos para que os mesmos voltem a seus estados normais (sem estiramento).

Bom, isso quer dizer que haverá uma alteração nas medidas da malha/tecido do rolo e entender este comportamento é o primeiro passo para se adequar ao conceito da Manufatura Avançada ou Indústria 4.0.

Sem a tecnologia adequada e um plano personalizado para automatizar todo o processo de controle de qualidade, relaxamento e coleta das variáveis, fica difícil ter as informações reais para um bom planejamento e gestão dos recursos.

A automação eficiente de processos têxteis consegue excelentes resultados independente das variáveis do processo.

Com a tecnologia é possível prever diversos cenários, máquinas com presets prontos que se ajustam a cada tipo de artigo, ajustes configurados com rapidez e precisão.

O controle físico do rolo de malha antes do uso é indispensável. Hoje, já é possível automatizar esse processo com tecnologia da Delta Equipamentos. Além de um processo eficiente, é importante ter dados de monitoramento.

A análise de qualidade preventiva na indústria têxtil deve nortear a gestão da produção têxtil, identificando antecipadamente a queda de qualidade dos seus fornecedores e agindo de forma preventiva para diminuir perdas em sua produção.

 

+Saiba mais: Padronização da qualidade: metodologias essenciais
+Saiba mais: Gestão de qualidade: como sanar problemas com RNC’s

 

Da gestão do caos na produção têxtil para a Indústria 4.0

Em alguns setores da indústria brasileira esse processo de automação e manufatura avançada está muito a frente do que se encontra na indústria têxtil.

Aliás, especialistas afirmam que a indústria têxtil nacional está tecnologicamente defasada, mas não se trata de comprar uma máquina de última geração e simplesmente inseri-la no meio do fluxo de trabalho existente, mas sim de processos, gestão e eficiência na produção, com controle e dados de todas as variáveis da produção têxtil, medindo cada etapa do processo, e enviando dados aos sistemas de gestão do cliente (ERP).

É importante ressaltar que a alta tecnologia em máquinas e a automação industrial otimizam as variáveis e permitem criar um banco de dados de extrema importância para a rastreabilidade da matéria-prima nas confecções, tornando o processo mais seguro.

 

+Saiba mais: Como modernizar o controle de qualidade na confecção?
+Saiba mais:
O que é controle de qualidade? Como funciona na indústria têxtil?

 

Confecções que não qualificam a matéria-prima podem perder até 50% de produtividade

Discutir produtividade ainda é um tabu para algumas fábricas, sendo que o mercado pode cobrar caro pela falta de inovação e potencializar as perdas do seu próprio lucro.

Se você acredita que o processo produtivo da sua empresa pode alcançar níveis de eficiência superiores com controle dos processos e dados precisos para tomadas de decisão, saiba que compartilhamos da mesma opinião.

 

E-book]Como garantir o controle de qualidade na indústria têxtil?

 

Se tiver interesse em entender e melhorar a automação dos processos da sua produção, fale com nosso consultor e tire suas dúvidas.

2 comentários em “Indústria 4.0 têxtil: controlando a qualidade na era da manufatura avançada”

  1. AS INFORMAÇÕES AQUI CONTIDAS MOSTRA COM MUITA CLAREZA A IMPORTÂNCIA DOS GESTORES DAS INDÚSTRIAS
    ESTAREM PREOCUPADO EM MODERNIZAR SEUS PARQUES INDUSTRIAIS VISANDO A AUTOMAÇÃO DOS PROCESSOS.
    COM CERTEZA PODEREMOS ALCANÇAR DADOS PRECISOS PARA UMA TOMADA DE DECISÃO,
    A DEMORA PARA COMEÇAR A INOVAÇÃO EM UMA EMPRESA PODE TRAZER DANOS IRREPARÁVEL COMO ACONTECEU NO PASSADO , SO QUE HOJE COM A VELOCIDADE MAIOR, PORTANTO BUSCAR EXCELENTE ERP. E INDÚSTRIA 4.0

    1. Ficamos felizes que tenhas gostado do conteúdo João.

      E sem dúvida concordamos com seu comentário, pois com a velocidade com que a tecnologia vem avançando é preciso estar atendo na capacidade de gerar bons indicadores que norteiem o processo de tomada de decisão nas organizações.

      Possuímos outros conteúdos falando sobre a inovação no setor têxtil que podem ser do seu interesse também.
      Confira aqui.

Os comentários estão fechados.