fev 06

A indústria têxtil é considerada uma das principais vilãs quando o assunto é meio ambiente. Isso acontece, principalmente, por causa dos processos produtivos e, também, pela alta produção que ocorre no mundo.

Entretanto, a perspectiva é que esse cenário seja revertido, com a moda sustentável e um mercado cada vez mais consciente. O relatório encomendado pelo Instituto C&A apontou que com esforço e comprometimento é possível que as indústrias atinjam metas sustentáveis. O estudo prevê medidas que ao serem implementadas podem ser decisivas nos próximos 16 anos.

Separamos alguns dados importantes deste relatório para que você entenda o rumo da indústria nesse sentido. Confira!

 

Repercussão do estudo

O relatório “ O futuro da Sustentabilidade na Indústria da Moda”, desenvolvido pela Future Impacts e a 4 CF, compilou dados que mostram quais são as ações necessárias para garantir que a cadeia produtiva seja mais sustentável e menos prejudicial ao meio ambiente.

Para que isso seja possível, o documento abordou que é indispensável ter a colaboração e incentivo de marcas, órgãos públicos e, até mesmo, consumidores.

Contudo, 75% dos especialistas que foram entrevistados acreditam que a situação atual não terá mudanças significativas e as estratégias citadas acima não serão alcançadas.

Assim, as medidas que hoje são colocadas em prática não serão suficientes para alcançar o resultado esperado. Por outro lado, muitas empresas já contam com metas sustentáveis em seu planejamento, o que demonstra a preocupação em relação ao tema.

75% dos especialistas que foram entrevistados acreditam que a situação atual não terá mudanças significativas e as estratégias citadas acima não serão alcançadas.

No levantamento são apresentadas 14 estratégias que precisam ser aplicadas, sendo que elas são organizadas de acordo com o possível impacto e o prazo em que é necessário implementá-las. Entre tais estratégias, podemos citar a geração de relatórios altamente detalhados sobre sustentabilidade, salários na indústria da moda e índice de sustentabilidade junto ao consumidor.

Segundo o estudo, até o ano de 2035 estas ações podem ser realizadas desde que todos que atuam na indústria da moda apliquem as mudanças necessárias.

 

 

O papel do controle de qualidade na moda sustentável

Um dos principais desafios das indústrias que atuam no segmento têxtil é manter o controle de seus processos produtivos, o que pode resultar em problemas, como desperdício de matéria-prima, má qualidade do produto final, baixa produtividade e assim por diante.

Logo, um controle de qualidade eficiente preza pela otimização dos recursos utilizados em todas as etapas de fabricação do produto.

Com esse controle você minimiza as falhas que ocorrem por falta de supervisão adequada. Os erros cometidos em processos podem acarretar em desperdício de matéria-prima e uma grande quantidade de peças confeccionadas com erros, por fim, muitas delas serão descartadas para uso.

 

Você já leu esses?

 

Importância da modernização e da busca por sustentabilidade

Sabemos que a tecnologia tem sido um aliado poderoso para indústrias e empresas que desejam otimizar os seus processos, isto é, ganhar tempo e reduzir o desperdício de matéria-prima. Assim, surge a união da sustentabilidade e modernização em indústrias, com o intuito de usar recursos tecnológicos a favor do meio ambiente.

Isso se torna viável nas indústrias porque a tecnologia disponibiliza maquinários de ponta, capazes de aumentar a produtividade e minimizar o desperdício de insumos. O resultado é o reaproveitamento de materiais, a redução de custos e um controle mais eficiente da produção.

Além de investimento em tecnologia, as empresas e indústrias da moda buscam desenvolver ações que sejam voltadas para a sustentabilidade, mesmo que para isso seja necessário repensar e ajustar seu processo de produção.

FONTE: blog da Levis.

A Levi’s, por exemplo, desenvolveu 20 técnicas inovadoras que usam uma quantidade menor de recursos naturais. Uma delas é a economia de água na fabricação de calças jeans, sendo que em 2017, cerca de 55% das peças foram produzidas utilizando essa prática.

Como podemos observar no relatório “O futuro da Sustentabilidade na Indústria da Moda” mencionou que há a necessidade de posicionamento tanto das empresas quanto dos consumidores. Com a implementação de ações adequadas e o auxílio da tecnologia é possível mudar o cenário atual, em que a indústria têxtil é vista como uma vilã para o meio ambiente. Além disso, a busca por medidas sustentáveis beneficia os negócios, por meio do ganho de produtividade e o aumento de lucros.

E você, sabe como aplicar estratégias mais sustentáveis em sua empresa? Entre em contato conosco e conheça nossas soluções!