jun 11

Existem diversos benefícios na padronização produtiva na confecção. Entre eles estão as reduções de erros, que podem reduzir o retrabalho, produção de peças de segunda qualidade e até a insatisfação dos clientes, além do aumento da margem de lucro, da produtividade, a redução de custos e muito mais.

As empresas precisam desses benefícios para permanecer e conquistar mais mercado e, por isso, precisam estar sempre inovando produtos e processos para benefício dos consumidores e também do crescimento interno e externo da empresa.

Continue a leitura e entenda como é possível realizar mudanças estratégicas que proporcione o ganho de todos os benefícios relacionados a padronização produtiva da confecção.

 

Faça um bom planejamento e análise

O primeiro passo é realizar um levantamento de toda documentação para identificar os processos e definir quais serão os indicadores de desempenho. Com estes dados em mãos, é possível realizar uma análise de como eles estão sendo realizados e verificar quais pontos precisam ser aprimorados.

Muitas vezes, existem gargalos que as empresas desconhecem ou que apenas normalizaram por não perceber que existem soluções. No entanto, com as constantes inovações da indústria, elas estão cada vez mais acessíveis às empresas.

Além disso, essas informações serão o ponto de partida que, combinado ao alinhamento dos objetivos estratégicos da empresa, poderão levantar maneiras de realizar as melhorias necessárias.

 

Você já leu esses?

 

Implante e redesenhe processos

Não basta apenas compreender o que está ruim e levantar hipóteses de como melhorar: é preciso agir. A fase de implantação deve ser feita por etapas, sendo necessário verificar quais processos precisam ser redesenhados e quais devem ser substituídos.

Na indústria têxtil, muitas inovações surgiram ao longo dos anos, proporcionando uma evolução que nem todas as empresas conseguiram acompanhar. Neste momento, é possível analisá-las e ver se elas podem reduzir os gargalos e as falhas que estão prejudicando seus processos.

Um exemplo é a revisadeira de tecidos, que já está disponível no Brasil, ela traz ferramentas que simplificam o controle de qualidade logo no recebimento.

 

 

Ao utilizá-la, será gerado um relatório que além das informações como : comprimento, largura, peso, gramatura também será possível gerar um mapa de defeitos. Estas informações servirão como base para aprovação podendo seguir o processo de confecção sem maiores surpresas.

Monitore, documente a evolução de cada etapa e as otimize.

Após a implantação, o processo de padronização ainda não terminou. É preciso ter os dados claros sobre cada processo para verificar se eles estão cumprindo com os objetivos definidos. Normalmente as empresas monitoram indicadores como a produtividade, qualidade, tempo e custos.

Conforme a análise é realizada, surgirão necessidades refinamentos para que a otimização seja sempre contínua. O mais importante é a empresa ter em mente que a padronização é um processo que está sempre em andamento, mas que, para ser realmente efetiva, é preciso realizar sempre os ajustes necessários.

 

E-book]Como garantir o controle de qualidade na indústria têxtil?

 

Treine sua equipe

Ao adquirir novas tecnologias, será necessário disponibilizar treinamento para que a equipe esteja capacitada para utilizá-las. Além de obter melhores resultados, o treinamento também proporciona maior engajamento do time com a empresa e reduz até mesmo a rotatividade. Os colaboradores sentem-se valorizados e passam a produzir ainda melhor.

No fim, os ganhos serão muitos e a empresa manterá sua competitividade. Isso porque, ao padronizar os processos, será possível garantir o aumento da qualidade do produto final. Também é evitada a perda de tempo com o retrabalho, uma vez que será possível reduzir as falhas do processo, aumentando, gradativamente a produtividade.

Que tal começar a implementar a padronização produtiva na confecção o quanto antes? Ela é, inclusive, uma das tendências da Indústria 4.0, que tem transformado as confecções mundo a fora. Conheça melhor o tema e saiba por que é preciso se adequar à Indústria 4.0!

 

Relacionados: