reduzir os custos da indústria têxtil

abr 20

Reduzir os custos da indústria têxtil pode ser o diferencial entre conseguir ter sucesso e lucratividade com a empresa ou criar gargalos que dificultem a sua operação e a sustentabilidade do negócio. Por isso, é fundamental encontrar maneiras para lidar com os custos de produção visando o aumento da lucratividade.

Em alguns casos, o investimento em maquinário pode ser a melhor maneira para inovar na empresa e reduzir os custos da indústria têxtil. Assim, com o planejamento prévio, será possível encontrar mudanças significativas.

Esse investimento terá de levar em conta os ganhos do seu negócio no longo prazo, tudo isso com auxílio da tecnologia, acompanhando os ritmos do mercado.

Para ajudá-lo com essa questão, veja, no artigo de hoje, dicas de como o investimento em maquinários poderá auxiliar no desafio de reduzir os custos da indústria têxtil. Acompanhe.

 

Agilidade na produção

Entre os benefícios do investimento em maquinário, está a agilidade na produção e o aumento da capacidade produtiva. Assim, ao investir em novas máquinas, será possível aumentar o lucro da empresa, ao mesmo tempo em que se investe no desenvolvimento da organização.

Nesse caso, é fundamental perceber o crescimento da indústria e a sua capacidade de produção, para, então, perceber a necessidade dos investimentos. Em outros casos, é possível modificar alguns maquinários para continuar fazendo o mesmo trabalho de maneira diferenciada.

Assim, quanto maior conhecimento e atualização a respeito das novas tecnologias, mais fácil será para encontrar o melhor tipo de maquinário para auxiliar no crescimento da sua empresa. Com isso, será possível reduzir os custos da indústria têxtil e otimizar sua operação e produtividade.

Relacionado: Como reduzir o tempo da produção têxtil?

 

Diminuição de custos da indústria têxtil

É possível através do investimento em maquinário substituir algumas práticas que estão se tornando obsoletas. Dessa maneira, é possível reduzir os custos da indústria têxtil, focando em aumentar a produção e facilitar a agilidade produtiva da sua empresa.

Além disso, em alguns casos, será possível aumentar a qualidade do produto, reduzir os custos da indústria têxtil e ter um aumento significativo na produção. No entanto, esse investimento somente será possível caso ocorra um planejamento prévio e conhecimento aprofundado sobre as novas tecnologias.

Relacionado: Eficiência produtiva impacta na margem de lucro da empresa?

 

Indústria 4.0: das revoluções à preparação

É importante compreender como a Indústria 4.0 chegou e entender quais foram as mudanças ocorridas ao longo do tempo.

Dessa maneira, você perceberá que não é a primeira vez que as inovações atingem o setor têxtil e como, no passado, cada uma das revoluções industriais contribuíram para a expansão e otimização do segmento.

A Indústria 4.0 também é chamada de 4º Revolução Industrial. Anterior a ela, ocorreram três revoluções:

  • 1ª Revolução Industrial (1784): desenvolvimento do primeiro tear de tecelagem, introduziu a fabricação de equipamentos movidos a água e a vapor.
  • 2ª Revolução Industrial (1870): primeira linha de produção em massa, sendo utilizado a energia elétrica e baseada na divisão do trabalho.
  • 3ª Revolução Industrial (1969): iniciada com o primeiro controlador lógico programável (LPC), juntamente com o desenvolvimento de eletrônicos e deu início a automatização de processos.

A 4ª Revolução Industrial é a que estamos vivenciando. Ela é baseada em sistemas informatizados e na entrada dos robôs autônomos na linha de produção. Eles se comunicam por meio de tecnologias como a Internet das Coisas (IoT), resultando nas chamadas fábricas inteligentes. O aumento de dados e as ferramentas que surgiram para realizar as análises desses dados também resultaram na introdução da inteligência artificial.

 

reduzir os custos da indústria têxtil

 

Qual é o impacto da Indústria 4.0 na redução de custos da indústria têxtil?

No setor têxtil, a indústria 4.0 está avançando a passos largos, integrando processos virtuais e físicos, além de colaboradores, softwares e máquinas. São realizados investimentos focados na substituição dos equipamentos por outros mais adequados, além de programas e treinamentos para fazer com que os profissionais tornem-se capacitados para realizar suas funções com estratégia e competência.

A indústria têxtil brasileira é a quarta maior do mundo, mas ainda está em desvantagem quando se fala em competitividade global em revolução industrial. Muitas empresas ainda estão tentando conter os investimentos, na maioria das vezes por não conhecer os ganhos que eles podem proporcionar.

Entre as vantagens encontram-se:

  • Capacidade de analisar o processo produtivo e verificar os gargalos para propor melhorias contínuas.
  • Automações de alta performance que, além da padronização, proporcionam também maior agilidade e reduzem desperdícios, com equipamentos como a revisadeira, a relaxadeira e a lavadora de amostras.
  • Possibilidade de customização das peças e capacidade de se adaptar a modelos como o conceito fast fashion.
  • Descentralização por meio de um sistema de gestão que conecta processos e permite a comunicação e acompanhamento em tempo real para os responsáveis da produção.

 

Indústria 4.0 reduz mesmo custos na produção têxtil?

Sim, com o controle de qualidade são evitadas as peças de segunda qualidade e as falhas que geram desperdício de tecidos e também de tempo. Além disso, é possível controlar a entrada de insumos, classificar os fornecedores, escalar a produção e ainda cortar custos.

Há ainda como obter uma previsibilidade da produtividade e assim criar um planejamento muito mais eficiente e lucrativo. Todos esses fatores acabam se relacionando direta ou indiretamente na redução de custos na confecção, além de resultar na maior satisfação dos consumidores, que poderão ter acesso a produtos de mais qualidade.

Pois a Indústria 4.0 não é apenas uma tendência – é uma realidade que estará cada vez mais introjetada nas empresas brasileiras. Isso porque, por mais que seja necessário realizar investimentos em maquinários, treinamentos e outros aspectos, ela consegue proporcionar uma margem de lucro maior, reduzir falhas e ainda aumentar a competitividade.

Começar a preparar sua empresa para essa grande revolução, investindo em maquinário moderno e que ajude a otimizar a sua produtividade é uma iniciativa com ótimo custo-benefício e poderá ser um grande diferencial para conquistar novos clientes e mercados – tanto a nível nacional quanto no mercado internacional.

 

reduzir os custos da indústria têxtil- E-book]Como garantir o controle de qualidade na indústria têxtil?

 

A importância do Retorno Sobre Investimento

O Retorno Sobre Investimento, conhecido como ROI, é o indicador utilizado no mundo dos negócios, que dá um parâmetro essencial para analisar o retorno sobre qualquer tipo de investimento, desde um projeto de pesquisa tecnológica e uma campanha de marketing, à compra de uma nova máquina ou até mesmo à aquisição de um novo título de renda.

Assim, o ROI irá mostrar o quanto a empresa faturou ou perdeu em relação ao que investiu. Os resultados obtidos por meio do cálculo servem para avaliar, por exemplo, como investimentos em marketing contribuem para os resultados da empresa e identificar o prazo do retorno financeiro dessas iniciativas.

Portanto, ao realizar um investimento em maquinário, será possível utilizar o ROI para perceber se o investimento realmente está sendo lucrativo ou não, possibilitando que se tenha o real conhecimento da redução ou não dos custos e aumento produtivo.

 

Como realizar e calcular o ROI

Para calcular o ROI, basta pegar o ganho obtido, subtrair pelo investimento e dividir o resultado, também, pelo investimento inicial. Para auxiliar nesse cálculo, basta utilizar a seguinte fórmula:

ROI = (Ganho obtido – valor do investimento inicial)
Valor do investimento inicial

Por exemplo, caso você faça um investimento de 3 mil reais. No longo prazo, esse investimento gerou um lucro de R$ 15 mil para a empresa. Assim 15.000 – 3000 / 3000 = 4.

Ou seja, o valor do seu ROI será 4. Isso significa que o seu ganho com o investimento foi de quatro vezes do que o valor investido. Com isso, você terá a certeza de que realmente está investindo da maneira correta, fazendo com que você possa reduzir os custos da indústria.

Portanto, passa a ser interessante pensar no investimento em maquinário como uma forma de continuar obtendo lucros para a empresa, melhorando a qualidade e a quantidade da sua produção.

E você, quer saber mais sobre como a tecnologia pode impactar o seu negócio? Continue acompanhando nosso conteúdo e não esqueça de conhecer os nossos equipamentos!

 


Publicado originalmente em: 20/04/2018 e atualizado em: 25/06/2020